sexta-feira, 30 de setembro de 2016

JULIO ESTRELA EXIBE A CADÊNCIA DO SAMBA NA CAIXA CULTURAL CURITIBA

 
 

O intérprete carioca da nova geração do samba se apresenta na capital pela primeira vez
 
 
A CAIXA Cultural Curitiba apresenta, como atração do projeto Samba de Bamba, o show de Julio Estrela, apontado pela crítica musical como um dos maiores nomes da nova geração do samba. No espetáculo, dia 4 de outubro, terça-feira, Julio traz a Curitiba uma seleção de sambas elegantes feitos por compositores inspirados. Entre os bambas que escolheu estão Jorge Aragão (Logo agora), Gonzaguinha (Sorriso nos lábios e Comportamento geral), Chico Buarque (Trocando em miúdos) e até Chico Anysio (Rio Antigo).
 
Além dos artistas consagrados, Julio Estrela vai mostrar ao público um pouco de seu trabalho autoral como o Samba Novo Amor, música gravada recentemente no DVD Geração Semente, lançado em julho deste ano. No palco, Estrela se apresenta ao lado de Rafael Mallmith (direção musical e violão 7 cordas), Guto Wirtti (baixo), Dudu Oliveira (sopros) e Edgar Araújo (bateria).
 
Lapa Carioca
Julio Estrela faz parte do seleto grupo de artistas do Bar Carioca da Gema e do Bar Semente, tradicional casa responsável pela revitalização da Lapa contemporânea. Ele é um dos três mais expressivos artistas da Lapa carioca a se apresentar no Samba de Bamba 2016 em Curitiba. As próximas atrações serão Marina Iris, em novembro, e Alex Ribeiro, em dezembro. 
 
O coordenador e curador do Samba de Bamba, o jornalista e crítico musical Rodrigo Browne, comemora a quarta temporada do projeto que apresentou sambistas de várias regiões brasileiras, como Bahia, com Roque Ferreira, Rio Grande do Sul, com Nina Wirtti, São Paulo, com Marcos Ozzelin, e Brasília, com Cris Pereira. “Todos os convidados do projeto mostram na Caixa Cultural o autêntico samba brasileiro com seus vários sotaques. O samba é o gênero brasileiro que agrega intérpretes maravilhosos. Aqui, todos têm o compromisso de apresentar no repertório composições que respeitam o nosso passado cultural e, ao mesmo tempo, mostrar que é possível renovar com qualidade”, finaliza.
 
 
Serviço
Música: Samba de Bamba apresenta Julio Estrela
Local: CAIXA Cultural Curitiba, Rua Conselheiro Laurindo, 280 – Curitiba (PR)
Data: 4 de outubro de 2016
Horário: 20h
Ingressos: vendas a partir de 1º de outubro (sábado). R$ 20 e R$ 10 (meia – conforme legislação e correntistas que pagarem com cartão de débito CAIXA). A compra pode ser feita com o cartão vale-cultura.
Bilheteria: (41) 2118-5111 (de terça a sábado, das 12h às 20h, e domingo, das 16h às 19h)
Classificação etária: livre para todos os públicos
Lotação máxima: 125 lugares (2 para cadeirantes)
 
 

PRIMEIRO LOTE DE INGRESSOS PARA SHOW DE CÉU EM CURITIBA ESTÁ À VENDA

 
 
Com duas indicações ao Grammy Latino, cantora lança seu mais recente álbum no dia 12 de novembro, na Ópera de Arame
 
A cantora e compositora Céu vem a Curitiba para o show de lançamento de Tropix, seu mais recente álbum. A apresentação será no dia 12 de novembro (sábado), às 20h e os ingressos do primeiro lote estão disponíveis no Disk Ingressos. As compras podem ser realizadas nos quiosques dos Shoppings Mueller, Estação e Palladium, além do telefone (41) 3315-0808 e pelo link diskingressos.com.br/evento/4929.
 
Na última semana, Tropix recebeu duas indicações ao Grammy Latino. O disco concorre nas categorias Melhor Álbum de Música Pop em Português e Melhor Engenharia de Som. A premiação será realizada em Las Vegas (EUA), cinco dias após a passagem de Céu por Curitiba.
 
Tropix, quarto disco da carreira da artista, é um mergulho em um universo de texturas artificiais que atravessa diferentes experimentos sônicos da segunda metade do século passado: o trip hop dos anos 90, a discoteca do final dos anos 70, o R&B dos anos 80, o casamento do hip hop com a música eletrônica.
 
Não é uma viagem no tempo, entretanto. O novo trabalho é um olhar do século 21 e traça uma genealogia pessoal de um mundo musical específico, um processo semelhante à viagem jamaicana feita em seu disco-irmão Vagarosa (2009). Tropix é um salto num escuro que Céu sequer havia flertado anteriormente. Para isso,  trabalhou com uma banda enxuta, de apenas três músicos: Pupilo, o maestro do ritmo da Nação Zumbi, e o seu fiel escudeiro, o baixista Lucas Martins. Mas em vez da guitarra, Céu queria um power trio com teclado - e chamou o francês Hervé Salters, com quem já havia tocado em outras oportunidades, para assumir esse papel.

No show de Curitiba, a banda será formada por Céu, David Bovee (guitarra), João Leão (teclados), Lucas Martins (baixo) e Pupillo (bateria).
 
Serviço:
Música: Céu – Lançamento do álbum Tropix
Local: Ópera de Arame – Rua João Gava, 874 – Abranches – Curitiba (PR)
Data: 12 de novembro de 2016
Hora: sábado, às 20h
Ingressos: à venda pelo Disk Ingressos – (41) 3315-0808, nos quiosques dos Shoppings Mueller, Estação e Palladium e pelo linkdiskingressos.com.br/evento/4929.
Primeiro lote: R$ 60 e R$ 30 (meia, conforme legislação)
Informações: (41) 3315-0808
Lotação máxima: 1.572 lugares

 

Jazz ganha a rua na Tesoros de Cuba

 
 
A charutaria Tesoros de Cuba do Batel lança um novo projeto musical, voltado ao jazz, nesta segunda-feira (3/10). O projeto é comandado por Kadu Lambach, guitarrista com extensa e versátil carreira. Ele trará diferentes convidados a cada edição, recebendo na primeira noite o baterista Luis Gustavo Rocha e o contrabaixista Samuel Fraga Trone. O som acontece na calçada em frente à casa a partir das 18h. Em caso de chuva, o evento é cancelado.
Reconhecido por ter fundado a banda Legião Urbana com Renato Russo, Marcelo Bonfá e Paulo Paulista, Lambach trilhou um grande caminho musical desde então. Com o rock sempre vivo em suas veias, experimentou outros gêneros desde cedo. Aluno de Raul de Souza, grande nome do jazz brasiliense, já se apresentou com artistas como Artur Maia, Raul Mascarenhas e Jane Duboc, entre outros. "A linguagem do jazz conversa com outros gêneros" explica, "em especial pelo improviso".
No jazz, Lambach destaca ícones que o inspiram e frequentemente aparecem em seus shows, de Miles Davis e Charlie Parker a John Coltrane. "Mas incluo muito de pop, rock e MPB, com toques do jazz", comenta, destacando nomes como Ed Motta, Stevie Wonder, Hermeto Pascoal e Ray Charles. "Busco uma contemporaneidade, tendo o jazz como ponto de partida, mas com a responsabilidade de não descaracterizar os gêneros", afirma o guitarrista. "O encontro com outros gêneros é marcado com o tempero da improvisação próprio do jazz".
Kadu Lambach no Tesoros de Cuba Charutaria - Batel
Data: segunda-feira, 3 de outubro
Horário: a partir das 18h
Charutaria Tesoros de Cuba - Endereço: R. Comendador Araújo, 497
Informações: (41) 3029-2780

 

quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Lançamento do novo álbum do The Baggios



“Brutown”, terceiro disco da carreira do duo sergipano, foi produzido por Felipe Rodarte e pelo próprio The Baggios no lendário estúdio Toca do Bandido no Rio de Janeiro. Os timbres clássicos do rock setentista somados a referências da música brasileira formam a trilha sonora perfeita para as letras que trazem como conceito uma cidade a beira do caos. Os temas dialogam com o cotidiano de violência em tempos sombrios no Brasil e no mundo. 

Julio Andrade (guitarra e voz) e Gabriel Carvalho (bateria) também ampliaram as possibilidades de arranjos e contaram com a colaboração do músico Rafael Ramos (teclado e baixo) para somar nas gravações e dar muito mais peso ao som. Além disso a dupla convidou artistas que são influências para eles de alguma maneira; Jorge Du Peixe (Nação Zumbi), Fernando Catatau (Cidadão Instigado), Emmily Barreto (Far From Alaska), Gabriel Thomaz (Autoramas), Erika Martins (Autoramas) e Felipe Ventura (Baleia).

"Brutown" já está disponível em todas as plataformas digitais e liberado para streaming no canal oficial da banda no YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=CB0FCT11LyE. Capa, release, ficha técnica e fotos seguem em anexo.

O show de lançamento será dia 14 de outubro no Auditório Ibirapuera, em São Paulo.
 

SHADOWSIDE inicia produção de novo clipe nos EUA



 Seguindo as atividades relacionadas ao lançamento do novo disco da Shadowside, gravado recentemente em Gotemburgo (Suécia) sob a produção de Fredrik Nordström (Arch Enemy, Hammerfall, Evergrey) e Henrik Udd (Architects, Arch Enemy), a banda embarcou para Orlando (EUA) para realizar as filmagens e produção de seu novo vídeo clipe.

A banda encontra-se reunida com o diretor Daniel Stilling, conhecido por seus trabalhos no filme "Perdido em Marte" e no seriado "Criminal Minds", e iniciou hoje parte das filmagens no Adrenaline Studios.

O vídeo clipe será o single deste novo trabalho da Shadowside, que marca a estreia oficial do baixista Magnus Rosén (ex-Hammerfall) e promete ser a maior produção já realizada em toda carreira da banda.

O grupo publicará periodicamente fotos de todas as atividades em seu Facebook oficial, e os fãs podem acompanhar todo processo através do link
www.facebook.com/shadowsideband .

Vintage Culture lança clipe de "Hollywood"

 




Não é surpresa nenhuma que Lukas Ruiz desde que saiu de Mundo Novo, interior do Mato Grosso do Sul, está vivendo uma ascensão admirável rumo ao Novo Mundo. Como Vintage Culture, Lukas conquistou uma legião de fãs e admiradores se tornando o maior fenômeno da música eletrônica nacional. Seu trabalho está atingindo novos patamares com elevado nível de produção. Em “Hollywood” https://www.youtube.com/watch?v=KzfH2iPGjwo, seu novo clipe para a música lançada pelo selo Ganzá, da Skol Music, Vintage Culture traz de volta o personagem do 'vovô' Michael Deep - que ficou conhecido pelo público no seu primeiro clipe, “Eyes” - em uma aventura pelas ruas de Los Angeles retratando de uma forma engraçada a experiência descrita na letra da música do que é Hollywood no imaginário das pessoas. “O clipe representa uma nova etapa da minha carreira, desde estar investindo em videoclipes de qualidade realmente profissional, assinando com grandes gravadoras nacionais e estrangeiras até a internacionalização da carreira em si, que é um dos objetivos de qualquer artista” – explica Lukas.

O EP "Hollywood" lançado em junho deste ano pelo selo Ganzá, da Skol Music, com exclusividade de duas semanas no Spotify ganhou destaque na plataforma de streaming e já acumula mais de 1,5 milhão de plays. Lukas falou sobre a importância de assinar com um selo como o Ganzá: “São pessoas experientes do mercado fonográfico, mas muito ligadas à música eletrônica, o que preserva um contexto de independência, característica fundamental de grande parte da indústria da música eletrônica em si. Em outras palavras, nossa relação é orientada para ser sempre positiva sem qualquer amarra que possa prejudicá-la. O apoio de um selo assim é muito importante para promover a carreira e o trabalho de um artista.”

 

Venha conhecer o trabalho de Daniel Lie no Programa Arte- Papo da Fundação Ema Klabin

 
 
O artista visual utiliza em suas instalações elementos como as plantas, frutas apodrecendo e minerais
 
Podreria: Processo criativo do artista visual, indonésio-pernambucano Daniel Lie
A Casa-Museu Ema Klabin promove encontros mensais com conceituados artistas contemporâneos pelo Programa Arte-Papo. Nesse sábado, 1º de agosto, às 14h, o artista Daniel Lie fará um bate-papo sobre seu processo criativo.
 No trabalho do artista visual, o tempo é o pilar de sua reflexão. Desde a memória mais antiga e afetiva - trazendo histórias familiares e pessoais - até o tempo das coisas no mundo; o período de uma vida, a duração dos elementos da natureza.  
Daniel Lie vive e trabalha em São Paulo. Formado em bacharel em Artes Visuais pela UNESP em 2011, tem como principais exposições a “nós-moçada #1” e “nós moçada #2, “Neo-Tropicalism” na Inglaterra e sua exposição individual “Âmago”. 
Após o bate-papo, às 16h30, o público pode assistir a um show de música judaica com a cantora Nicole Borger que apresenta   músicas do seu sexto CD “Raízes/Roots” pelo Programa Música do Mundo. Também com entrada franca.
 
Novidade
Desde 1º de setembro, a casa-museu Ema Klabin ganhou novos dias e horários para visitação. Funciona de quarta a domingo, das 14h às 17h, sem agendamento. Aos finais de semana, a visita tem entrada franca. Nos outros dias, o ingresso custa R$ 10,00 (inteira) e R$ 5,00 (meia).
Serviço:
Arte-Papo com Daniel Lie
Data: Sábado – 1º de outubro de 2016.
Horário:  14h
Entrada franca
Livre
Fundação Ema Klabin:  Rua Portugal, 43 - Jardim Europa - São Paulo 
Fones: 11 3897-3232   http://emaklabin.org.br/
Para saber mais sobre o artista: https://liedaniel.hotglue.me/